quinta-feira, 27 de agosto de 2015

sábado, 21 de março de 2015

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

 No final somos todos filhos pródigos.


Me lembro  que quando entrei, fui sentar num cantinho, ficar bem de cantinho mesmo, a final era meu primeiro por assim dizer culto.
Eu ali sentadinho, e de repente começa o louvor, o cara começa a cantar uma musica que falava de um tal de filho que foi embora, e depois voltou, ganhou um anel, umas sandálias  e vestes novas(Filho pródigo; Ricardo Robortela), cara mas esta musica falava da minha vida.
Parecia que o lugar que eu  estava pela primeira vez, fez parte da minha vida no passado e eu havia me afastado  e agora estava retornando ao lugar que de fato era meu, um lugar  de onde eu nunca deveria ter saído.
Mas como assim voltar  se eu nunca tinha pisado num igreja evangélica.
Eu sei que a cada acorde, a cada estrofe ficava cada vez mais claro que ali era o meu lugar, que era um adorador, que havia nascido pra estar ali, não pude ficar mais sentado,levantei,já em lagrimas, e foi algo intenso,forte, apaixonante.
Já se passaram sete anos deste este dia, e continuo assim, apaixonado por JESUS CRISTO, e cada vez que eu quero esmorecer ele me lembra de onde ele me tirou.
Slm 40-2. "Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; coloume os pés sobre uma rocha firme e me firmou os passos."
Ou me faz lembrar desta canção sempre que fico triste.
Naquela noite eu voltei para os braços do Pai, voltei para a minha casa,  e meu lá estava de braços abertos para me receber de volta; mesmo sabendo que eu era um pecador, que havia gasto todo o meu dinheiro, com drogas,prostitutas,  el me recebeu de volta e não me peguntou nada.
Não me apontou o dedo, não me acusou, apenas me abraçava, me beijava.
Me deu até vestes novas, um anel colocou em meu dedo, troco as sandálias dos meus pés por novas sandálias.
Mandou matar um novilho, fez uma festa para me receber de volta.
Esta foi a sensação que eu senti naquela noite meu Pai me amava, mesmo sabendo que eu era um pecador, ele  nunca desistiu de mim, pois ele sabia que um dia eu voltaria para os seus braços.
Esta canção do Ricardo Robortela , e parábola do filho pródigo, no evangelho de lucas -15- do 11 ao 32, conta a minha história,e esta história também pode ser a tua história.
O Pai está ali de braços aberto esperando o retorno do filho.
O Senhor nos ama, e quer que nós retornemos para os seus braços para os seus cuidados.
Eu te amo   Pai, te amo Jesus Cristo, te amo Espírito Santo.


"Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos,porque esse teu irmão morto e reviveu, estava perdido e foi achado." Lucas 15-32.

Hoje estou vivo muito vivo, sou sim um adorador extravagante, que ama está na presença do Pai, porque  quando não estou me sinto sozinho e morto.
 Nos braços do Pai sempre haverá vida, e vida em abundancia.


obrigado pela visita.

contador grátis
Loading...